Aposta, por Sergio Viula do blog Fora do Armário.

“Acabei de ler o livro “Aposta”, escrito por N. Ramiro. Hoje é dia 30/09/12 e terminei a leitura exatamente à 1:30 da madrugada. Sobre a autora, basta citar o que diz a orelha do livro:
 
“N. Ramiro é uma jovem escritora mineira que lança, aos 16 anos, seus primeiros escritos. ‘Aposta’, um livro redigido entre as obrigações escolares e pautado em intensas experiências pessoais, carrega consigo a forte personalidade da autora.
 
Começou a escrever há três anos, espera no futuro realizar o sonho de conhecer outros países, fonte de inspiração para seus romances. Ela vive atualmente em Belo Horizonte junto dos pais e irmão.”
 
Não foi por acaso que cheguei ao livro da jovem N. Ramiro. Ela fez contato comigo pelo Twitter falando sobre meu livro “Em Busca de Mim Mesmo” e comentou que tinha escrito um livro, e que havia sido lançado pela Editora Metanoia. Não perdi tempo e comprei o livro online na mesma hora. Acho que ela mesma ficou surpresa, porém mais surpreso fiquei eu diante do romance muito bem estruturado, especialmente levando em consideração a tenra idade da autora, que dá vida a Brendon Harris e Oliver Collins, ambientando todo o romance em Londres. Confesso que não conseguia parar de pensar tratar-se de um ótimo livro para adolescentes e jovens, especialmente LGBT, mas só me dei conta de que havia sido escrito por uma adolescente quando li a orelha do livro, citada acima. E isso, só depois de acabar a leitura. 😉 
 
Penso que se gostei do livro, do alto dos meus 43 anos, posso dizer que seja um bom livro para todos os que gostam de ler. E, cá entre nós, para quem não gosta também, porque o livro é breve e bem dinâmico, e o preço está muito bom”.

Entrevista #02: Joice Morgan

Olá, pessoas!

Neste post teremos uma entrevista com a fofa da autora Joice Morgan. Foi muito divertido, portanto espero que gostem o tanto quanto eu.

Image

1- Joice, quando e como foi que você começou a escrever?

Sem contar as “músicas” que eu escrevia quando tinha uns seis, comecei a escrever com treze anos. Eu e minha amiga estávamos na fase viciadas por fics então uma coisa levou à outra; começamos lendo e acabamos querendo escrever. Claro que nossas ideias de fics eram ridículas, tão surreais quanto trombar com o ídolo na porta de casa e ele se apaixonar automaticamente por você. Na verdade, imagine que era um pouco pior, pois esse amor provavelmente não acontecia apenas uma vez; acontecia quatro vezes.

2- Ao todo, quantas histórias você já possui?

Quando tenho uma ideia que gruda na minha cabeça, me sinto na obrigação de começar. Então tenho muitos prólogos, sinopses e primeiros capítulos de estórias soltas. No todo, devo ter umas dez com pelo menos uma parte escrita. Mas também tenho outras que só salvo como nota no celular, esperando que algum dia eu consiga traduzir o que aquelas palavras soltas deveriam significar.

3- Você, atualmente, é mais conhecida por Drain You, inclusive foi considerada a escritora do mês no Fanfic Obsession. Ao começar a escrever Drain You, você imaginava tamanho sucesso?

Como já fui viciada em ler fics (e ainda mantenho meu vicio por uma em particular), tenho muito bem definido o enredo que agrada mais as leitoras – afinal, sou uma delas -. Mas mesmo assim, não esperava que as pessoas realmente gostassem. Drain you vem me dando muitas surpresas positivas e esse sucesso é uma delas.

4- O que os seus leitores podem esperar de Drain You?

Podem esperar estória. A maioria das fics restritas – e até mesmo livros eróticos – são rotuladas de só sexo, só putaria e afins. Desde o começo eu não queria isso pra dy, tem sexo, tem “putaria”, mas, além disso, quero que as pessoas leiam por causa da estória. Nada é o que parece ser, ninguém é verdadeiramente confiável, então evitem tirar conclusões precipitadas.

5- Todo escritor tem apreço por leitura, então me diga: quais são seus escritores favoritos? Independentes e já consagrados.

J.K Rowling, Jane Austen, H.P Lovecraft e tenho a impressão que muito futuramente John Green estará entre eles. Claro, pensando nos ainda não consagrados, curto uma tal de N. Ramiro, Rayanne Mayhew e um tal de Jonathan Tavares.

6- Você pretende publicar profissionalmente algum dia?

Meu sonho. A propósito, eu e minha amiga mandamos pra rocco semana passada nosso primeiro livro.

7- Que ótimo! Desejo-lhe sorte nesse desejo de publicar. Você poderia nos contar um pouquinho sobre esse livro (Sete Pecados de Sangue)?

Sete pecados de Sangue é meu livro, sabe. Acho que todos os autores têm um livro no qual eles colocam toda sua essência, e 7PS é esse livro pra mim. Os personagens fazem parte de mim, a estória está agarrada ao meu redor. Mas era de se esperar, eu e a Rayanne (minha melhor amiga que escrever 7PS comigo) gastamos por volta de cinco anos nessa obra. Sofremos por insegurança, imaturidade, “perda” de personagens reais e várias outras coisas. Então, além de ser a minha primeira obra concluía, Sete pecados de Sangue é quase o meu professor de como ser uma escritora. Ok, Ok, detendo meu amor. Vou deixar um pedacinho de sinopse pra vocês: “Quando foi que me permiti iludir pelos olhos vermelhos e ardentes de luxúria, a fome incandescente e insaciável da gula, a dor e amargura que provinham da inveja, os sentimentos indecifráveis por trás da face oca da avareza, os doces sorrisos que escondiam os múltiplos lados da ira, a adorável e aconchegante preguiça que sempre acompanhava a desvairada vaidade?”

8- Como é escrever juntamente de uma outra autora tão talentosa quanto você?

É tenso. Eu escrevo com duas pessoas coisas completamente diferentes. Primeiramente 7PS, a Rayanne me MATA de ódio. Sem duvidas que ela é extremamente talentosa, mas é mais preguiçosa que eu, então sou a autora-inspetora-chata, que fica cobrando os capítulos. O bom de escrever com outra pessoa é a possibilidade de aprender. Querendo ou não, a outra autora tem tanta responsabilidade na estória quanto você, então você pode ficar o dia inteiro no ouvido dela falando sobre teorias para estória, coisas que você quer mudar, inseguranças e ela tem que… OUVIR.

9- Qual mensagem você dá para autores que, assim como você, possuem o sonho de publicar profissionalmente?

Nunca desistam dos seus sonhos, não importa o quão impossível eles possam parecer.

BOOKTOUR #01: Livro Aposta.

Image

Olá, leitores!

Fazia algum tempo que eu não os atualizava sobre a BookTour do meu livro, “Aposta”. Mas cá estou eu para fazê-lo. Aconteceu um pequeno imprevisto na passagem do exemplar do primeiro para o segundo blog – malditos correios! -, porém tudo foi acertado e no momento estamos no quarto blog. Dessa forma já se foram dois blogs, o Ler, Imaginar & Criar e o Geek & Pop. Vocês podem conferir as resenhas aqui e aqui.

Não deixem de comentar!

BOOKTOUR #01: Livro Aposta. Primeira resenha.

Image

Já saiu a primeira resenha da BookTour do livro “Aposta”. Ela foi feita pelo blog Bosque da Leitura, e você pode conferir aqui. Eu, particularmente, gostei da resenha, então corram lá para lerem também! A autora deixou uma breve palinha sobre a história, suas considerações, sua parte favorita (que é um spoiler!), suas citações favoritas e algumas informações adicionais. Está bastante legal, então não deixe de conferir e mostrar aos seus amigos.

O próximo blog participante será o Ler, Imaginar, Criar, que inclusive é um blog parceiro do Lápis, papel e borracha. Assim que sua resenha ficar pronta, avisarei aqui tal como estou fazendo agora!

Boa leitura!

Mais uma promoção, participem!

Olá, pessoas.

Eu já estava ansiosa para lançar mais alguma promoção aqui no blog Lápis, papel e borracha, agora eu já posso matar essa ansiedade. Aposto que vão adorar a ideia! Em falar em aposta, o que acham de ganhar um exemplar do livro “Aposta”?

Como prêmio dessa promoção, você levará o livro “Aposta” (de N. Ramiro – Metanoia Editora) autografado, mais um marcador de texto temático do livro.

Para ganhar basta seguir as regras abaixo:

(01) Comente neste mesmo post respondendo a seguinte pergunta: “Por que eu deveria ganhar o livro Aposta?”

(02) É preciso estar seguindo o blog. Caso você vença e não esteja seguindo, estará automaticamente desclassificado. [O botão para seguir encontra-se ao lado esquerdo da página!]

(03) Para confirmar sua participação é preciso que tuíte a frase: “Já respondi a pergunta do @blogLPB e quero ganhar o livro “Aposta” da @aJUDDa! http://kingo.to/1b13 #LivroAposta 

A melhor resposta ganhará o livro e o marcador autografados! Não deixem de participar. As respostas não serão avaliadas apenas por mim, pois assim será mais justo. A Luísa Druzik do MoovBR ( moovbr.wordpress.com ) vai ser quem vai me ajudar.

Participem e chamem seus amigos para conhecerem meu livro juntamente dessa promoção! O resultado vai sair dia 28/09.

Aposta!

Olá!

Estava tão ansiosa para fazer esse post! Espero que fique bom, pois se não, tentei fazer o melhor. Como andei falando no meu twitter, nyah! e facebook, faria um post dando mais detalhes sobre o meu livro, tal como capa, preço, data de lançamento e modelo de página. Demorei, pois ainda não possuía todas as informações, mas agora as tenho.

Falando brevemente sobre como o livro começou, era uma fanfic não interativa de mcfly. Era uma pudd (Dougie Poynter + Harry Judd) slash. Tinha o nome de “Break your little heart” e foi escrita enquanto minha mente estava focada na música da banda All Time Low que deu nome à fic, e também a “Break your heart” do Taio Cruz. Obviamente os nomes dos personagens tiveram que ser mudados, mas felizmente (ou não), as características físicas não foram alteradas, portanto galaxy defenderes, vocês vão ver os guys ali.

Vamos saber quem era quem?

Harry Judd – Brandon Harris.

Dougie Poynter – Oliver Collins

Thomas Fletcher – Rian Evans

Daniel Jones – Daniel Hill.

E claro, temos a presença de James (Bourne) e Dave – como Carl.

Não sei se todos que sabem do livro chegaram a ler a sinopse dele, então aqui está:

Brandon Harris é um dos homens mais desejados de Londres, bonito, rico e com bons contatos. É conhecido por ser um heartbreaker, arrasador de corações. Muitos foram os que tiveram o coração partido pelo belo moreno de olhos azuis. No entanto, Oliver Collins, um londrino confiante se envolve com o charmoso Brandon. Até onde sua confiança pode levá-lo?”

I’m only gonna break, break, break your, break, break your heart.

Na hora de escrever a sinopse eu olhei para a palavra “heartbreaker” e pensei. Será que tem como colocar algo em português? Mas acabei por desistir, simplesmente não há uma palavra que equipare. Quebrador de corações? Em português soa tão diferente. Galinha? Não, não mesmo. Portanto não pude tirar o adjetivo de Brandon, meu heartbreaker.

– Você sabe que pode se magoar, certo? – Brandon disse levantando uma de suas sobrancelhas enquanto virávamos a esquina indo até o pub mais caro da cidade.

– Você sabe que eu vou quebrar seu coração – ri levemente, dando de ombros – Talvez destruí-lo.

– Uma aposta? – propôs enquanto estacionava o carro, um sorriso bailando no canto de seus lábios. Virou-se para mim e passou a mão de leve pelo meu rosto.

– Vamos lá.”

Brandon vai mesmo quebrar o coração de Oliver?

“Aposta” foi algo que me agradou muito escrever. Começou com uma idéia de ser uma song-fic, mas acabou ficando grande demais para isso, mas não tão grande. Acho que no livro terá mais ou menos 100 páginas. Algo que lemos em um dia se pegarmos para ler com entusiasmo. Enquanto ao preço, será R$20,00. O livro poderá ser adquirido nas livrarias da editora, leitura da savassi, e pelo site da editora também. Este: http://metanoiaeditora.com/

O lançamento oficial será dia 28 de junho, uma quinta-feira, das 19:00hrs às 21:30hrs na leitura da Savassi. Estão todos convidados a me verem lá!

Acho um charme a história se passar em Londres, a capa então, na minha humilde opinião, ficou linda.

Image

Obrigada e… qualquer dúvida, estou aqui para responder.

“- Você perdeu.

– Não me diga.

– Você disse.

– E daí?

– Eu gostei.

– Você é ridículo.

– Mas mesmo assim me ama.

– Não deixa de ser ridículo.”

*Retirei os detalhamentos, afinal, não vou dizer quem perde a aposta, certo?